TEDx: ideias que merecem ser espalhadas

Uma das coisas que mais me fascinam é, sem dúvida, ouvir histórias de pessoas que buscaram, criaram ou tiveram a oportunidade de se envolver em experiências novas ou mesmo pensamentos novos.

É quase impossível não se impressionar com palestras como a do Bunker Roy, indiano que modificou não só a sua dura realidade, mas também a da sua cidade, seu país e também os países ao redor e Susan Cain, quebrando o modelo mental que bons líderes são pessoas extrovertidas.

E como não se orgulhar da carioca Julia Bacha, que teve coragem de mostrar para o mundo uma solução para o conflito Israel-Palestina que a mídia não mostrou – no caso, uma forte liderança baseada em não violência.

Ainda temos a surpreendente Jill Bolte Taylor explicando como é ter um derrame, com a certeza de quem é especialista no assunto e que passou pela experiência pessoalmente.

Todas essas histórias são algumas das quase 1500 palestras que acontecem nos eventos TEDTEDx, em várias partes do mundo. Cada evento tem um foco, como educação, inspiração, inovação e dentro deste tema são apresentadas histórias em formato de palestra, de no máximo 18 minutos, chamados TEDTalks.

As TEDTalks atingiram, em dezembro de 2012, 1 bilhão de visualizações através do site Ted.com.

O que é o TED?

TED é um evento que acontece nos EUA e na Europa, organizado por uma instituição sem fins lucrativos, tendo como principal objetivo espalhar ideias espetaculares. No seu início, tinha como foco somente temas relacionados às áreas de Tecnologia, Entretenimento e Design, porém, com seu crescimento, foi notado que existia um potencial bem grande em outras áreas. Assim, o TED passou a abranger temas mais amplos como sociedade e educação, entre muitos outros.

Só para você ter uma ideia, pessoas de grande destaque como Bill Clinton, Al Gore, Gordon Brown, Richard Dawkins e Bill Gates já palestraram no TED.

Ok, e o TEDx?

Percebendo o potencial do evento, os criadores notaram que não precisavam ficar limitados aos eventos que eles organizavam. Então, eles formataram guidelines de como se pode produzir um evento igual ao TED para que possam ser criadas franquias pelo mundo de forma independente. Estes TEDs ganharam o nome de TEDx. Normalmente, o nome de cada evento é TEDx + a cidade sede – por exemplo: TEDxNew York, TEDxAmersterdam.

Qualquer pessoa do mundo pode pegar essas guidelines e organizar o seu próprio TEDx. Seguindo todas as regras, o evento recebe o apoio da organizadora do TED e as palestras são compartilhadas com o mundo todo através do Ted.com.

Há uma grande quantidade de voluntários que traduzem as palestras para dezenas de línguas para que a ideia possa atingir qualquer ser humano no planeta.

E acontecem no Brasil também?

Sim! O Brasil começou a participar em 2009, com o TEDx São Paulo, e hoje tem uma grande quantidade de eventos acontecendo todos os meses e em muitos estados. Universidades também têm assumido a responsabilidade de produzir TEDx: USP e Unicamp já produziram os seus.

Quer dizer então que eu posso criar um TEDx na minha cidade?

Pode e deve! Sem dúvida sua cidade ou região tem pessoas criando, se destacando de alguma forma ou mesmo querendo fazer algo além do só criticar, e elas merecem um espaço para espalhar suas ideias e inspirar as pessoas, fazendo que sintam que podem sim realizar as suas inquietações. Abaixo, um vídeo explicativo do evento:


Mais alguns links:

TEDxSão Paulo: http://www.tedxsaopaulo.com.br

Página TEDx In Brasil, onde são divulgados todos os TEDx do Brasil: https://www.facebook.com/tedxinbrazil?fref=ts

Canal no Youtube: http://www.youtube.com/TEDxTalks


A seguir, assista a alguns dos TEDxTalks que eu mais gosto! =)

 

Marcelo Tas

Edgar Gouveia

Raquel Helen Santos Silva

 

1 Comentários

  1. Olá, Parabéns pela linda “reportagem” sobre o TED.
    Abraço, Benito Pepe



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Voltar

Recent Activity